Sombra e Luz ⥁ Shadow and Light

Ludmila Queirós ✳

Sombra e Luz ⥁ Shadow and Light

Ludmila Queirós ✳

Biografia
Ludmila Queirós (1979), é uma artista multimédia  (artes visuais, instalação, performance) portuguesa  e também investigadora.
Atualmente frequenta o segundo ano do doutoramento em Arte Contemporânea, no Colégio das Artes, Universidade de Coimbra, Portugal (Sua pesquisa gira em torno da sinestesia - onde a pele possa ser o limiar  que permite que os sentidos sejam o caminho de cruzamento entre artes e potencializar as possibilidades do silêncio que existe no espaço "entre"). Tem um Mestrado em Criação Artística Contemporânea no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, com o projeto “Visual Recital: Escutar com os Olhos” (2019). Licenciada em Gestão de Sistemas de Informação pela Escola Superior de Ciências Empresariais, Instituto Politécnico de Setúbal (2017).
Também trabalha como promotora cultural no "Espaço Cultural da União de Freguesias de Souselas e Botão, Coimbra.
Foi responsável pelo Projecto "Bail'AR" que organizou encontros periódicos de diferentes Artes no "Salão Brasil" (Coimbra) com possibilidade de assistir a Concertos ou Exposições (Arte Multimédia, Instalação, Fotografia, Pintura, Desenho), Dança, Workshops (para adultos e crianças),  participar em conversas abertas com os artistas presentes.
Também fez diversas produções de eventos culturais no campo das artes plásticas, dança e música. Além disso, gere conteúdo multimédia e executa trabalhos freelance de fotografia e vídeo.
Tem um projeto de criação (espaço para experimentação) - um Laboratório de Experimentação Artística Sinestésica - que cria a possibilidade de desenvolver um espaço de liberdade para ser uma "ombreira da porta" para as artes.
Também está a iniciar um novo projeto relacionado com as raízes da música e da imagem - raizeS[partilhar o mesmo sono] - uma performance partilhada com o artista Paulo Bastos,  que pretende ser um labirinto para os sentidos, uma possibilidade de levar o espectador do chão coloca os seus pés até ao céu onde poderá estar a sua cabeça, uma mistura sonora e imagética entre o passado e o futuro no presente.
Foi seleccionada como uma das artistas portugueses emergentes de 2019 por um júri internacional para integrar a edição publicada "Portuguese Emerging Art 2019 (PEA2019)", cujo foi apresentado na "Fundação Serralves", Porto (Portugal) e "Museu de Arte Contemporânea do Chiado", Lisboa (PORTUGAL) - Organizado pela associação EMERGE.
Tem artigos apresentados e publicados nas Conferências [AVANCA | CINEMA 8ª Conferência Internacional Cinema - Arte, Tecnologia, Comunicação] e [#18.ART: DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: arte, emoção e tecnologia”] e participou como oradora no TedX 2015 Coimbra, cujo lema foi “É necessário mudança” com a comunicação “Desafiando Desafios”. 
Expõe o seu trabalho desde 2014, com destaque para a performance "Recital Visual: Escutar com os Olhos | Mulher'ES", no "Laboratório das Artes - Teatro da Vista Alegre", Ílhavo e as exposições individuais “O Caminho do Moleiro [quem me dera que fosse o pó da estrada]”, no Cine Teatro Alba, em Albergaria a Velha e “EPHÉMERA” na “Estação Viva”, em Estarreja; os coletivos “Silêncio?” no Museu de Santa Joana, Aveiro e "Guardar como..." com curadoria de Mário Afonso na Casa da Cultura de Estarreja.

Recentemente foi Jurada da selecção de Arte Digital no 20º Concurso AVEIRO JOVEM CRIADOR 2022, 
Participou entre outras residências na primeira residência digital - a residência artística internacional OCA (1ª versão digital) - “Transmetatlanticus”, Brasil / Portugal, produzida pela associação EMERGE em parceria com a Casa Niemeyer - Universidade de Brasília.
Biography
Ludmila Queirós (1979), is a Portuguese mixed media artist (visual art, installation, performance) and also a researcher.

Currently attends the second year of a PhD in Contemporary Art, at the Colégio das Artes, University of Coimbra, Portugal (Her research rounds about the synesthesia - the skin be the threshold  that allows all the senses being the path to mix the arts and potentiate the possibilities the silence between). She has a Master in Contemporary Artistic Creation at Communication and Art Department, University of Aveiro, with the project “Visual Recital: Listening with the eyes” (2019).  Graduated in Information Systems Management at Higher School of Business Sciences, Polytechnic Institute of Setúbal (2017).

She also works as a cultural promoter in "Espaço Cultural da União de Freguesias de Souselas e Botão, Coimbra.
Was responsible for the Project "Bail'AR" that organized periodic gatherings of different Arts in "Salão Brazil" (Coimbra) with the possibility of seeing Concerts or Exhibitions (Multimedia Art, Instalation, Photography, Painting, Sketching), Dance, take Workshops (for adults and children), participate in open Talks with the artists present.
Also made several productions of cultural events in the field of fine arts, dance and music. Besides this does content management and freelance photography and video work.
Has a project to create space to experimentation - a Synesthetic Artistic Experimentation Laboratory  - wich creates a possibility for develop a space of freedom to be a  threshold for arts.
Also is begining a new project related to the roots of music and image - raizeS[partilhar o mesmo sono] - a performance that pretends to be a labyrinth to the senses, being the possibility of taking the spectator from the ground where his feet stand to the sky where his head could be, a sonoros and imagetic mix between the past and the future in the present.

Was selected as one of the Portuguese emerging artists of 2019 by an international jury to integrate the "Portuguese Emerging Art 2019 (PEA2019)" published edition, wich was presented in "Fundação Serralves", Oporto (Portugal) and "Museu de Arte Contemporânea do Chiado", Lisbon (PORTUGAL) - Organized by the association EMERGE. 
Presented and published articles in the Conferences [AVANCA | CINEMA 8th International Conference Cinema - Art, Technology, Communication] and [# 18.ART: DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: art, emotion and technology ”] and participated as a speaker at TedX 2015 Coimbra , whose motto was “It is necessary to change” with the communication “Defying Challenges”.  
She has exhibited her work since 2014, highlighting the performance "Recital Visual: Escutar com os Olhos | Mulher'ES", at the "Laboratório das Artes - Teatro da Vista  Alegre", Ílhavo and solo exhibitions “O Caminho do Moleiro [quem me dera que fosse o pó da estrada]”, at the Cine Theater Alba, in Albergaria a Velha and "EPHÉMERA" at "Estação Viva", in Estarreja; the collectives “Silêncio?” at the Saint Joana Museum, Aveiro and "Save as..." curated by Mário Afonso at Casa da Cultura de Estarreja. 


Recently she was Jury of the Digital Art selection of the 20th AVEIRO JOVEM CRIADOR 2022 Contest. 
Has participated among others residencies in the first digital residency - the OCA international artistic residency (1st digital version) - “Transmetatlanticus”, Brazil / Portugal, produced by the association EMERGE in partnership with Casa Niemeyer - University of Brasília.
Enquadramento Artístico / Framing Statement 
PT |  O seu trabalho pretende ser um local de permeabilidade poética entre as ares, comunicado através das artes visuais/instalação/performance, um "local" onde existe uma procura pelo espaço entre a luz e a sombra nela mesma.
EN | Her work aims to be a place of poetic permeability between the arts, communicated through the visual arts / installation / performance, a place where there is a search for the space between the light and the shadow itself.
Educação / Education
Presente | Frequência do Doutoramento em Arte Contemporânea no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra;
2019 | Mestrado em Criação Artística Contemporânea no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, com a dissertação por projeto com o tema: “Recital Visual: Escutar com os olhos”, Universidade de Aveiro– Classificação final de 19 valores / Média: 18 valores;
2016 | Licenciatura em Gestão de Sistemas de Informação na Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal, projeto final sobre “E-learning aplicado ao ensino de música”, Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal - Média: 12 valores.
Exposições individuais / Individual exhibitions
2019-20 | “EPHEMERA" [uma certeza inefável], Estação Viva, Canelas/Estarreja (Portugal), (patente de 14.12.2019 a 03.02.2020);
2019 | "Recital Visual: Escutar com os Olhos.", Laboratório das Artes/Teatro da Vista Alegre, Ílhavo (Portugal), (31.10.2019);
2019 | “O Caminho do Moleiro [Quem me dera que eu fosse o pó da estrada], Cine-Teatro Alba, Albergaria-A-Velha (Portugal), (patente de 23.05.2019 a 01.09.2019);
2015 | “DesFio.”, Conservatório de Música de Coimbra, Coimbra (Portugal), (;
2015 | “A Sombra da Ausência”, Escola Voz do Operário, Lisboa (Portugal);
2015 | "DesFio.", Casa dos Bogalhos, Cantanhede (Portugal);
2014 | “SO’Mente a Poesia”, Mercearia de Artes Alves & Silvestre, Coimbra (Portugal);

Exposições coletivas / Colective exhibitions
2021-22 | "transtorno inconsútil (qual o sabor do teu silêncio?)" (em Exposição Coletiva "Motel Coimbra #5", Galeria do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, Coimbra (Portugal);
2020-21 | “Transtorno” (em Exposição Coletiva "Save As..."), Casa Municipal da Cultura de Estarreja, Estarreja (Portugal);
2019 | "Terra Sem Sombra - Alegoria" (em Exposição Coletiva “Sobreposição”), Atelier Eliseu, Lousã (Portugal); 
2019 | "Terra Sem Sombra - Ceridween" (em Exposição Coletiva "EmMeio#11"); Faculdade de Belas Artes de Lisboa, Lisboa (Portugal);
2019 | "O Caminho do Moleiro [quem dera que fosse o pó da estrada" (em Exposição Coletiva “Sobreposição”, Atelier Eliseu, Lousã (Portugal);
2019 | "A Sombra da Ausência" (em Exposição Coletiva “Dos Modos Nascem as Coisas – Festival de Fazedores de Arte”), Cine-Teatro Alba, Albergaria-A-Velha (Portugal), 2019; 
2019 | "S(i)NTO-ME e espero 2.0" (em Exposição Coletiva “O Elogio da Lentidão”, Espaço Cultural da União de Freguesias de Souselas e Botão, Souselas (Portugal); 
2019 | “Mulher’ES”, (em Exposição Coletiva "Silêncio?"), Museu de Santa Joana, Aveiro (Portugal),;
2019 | "Terra Sem Sombra - Ceridween" (em Exposição Coletiva “Aproximar-nos do caos”), Associação Cultural e Recreativa de Tondela, Tondela (Portugal);
2018 | "Música Invisível" (exibido em “Timeline BH – Festival Internacional de Vídeo Arte), Belo Horizonte (Brasil);
2018 | "Terra Sem Sombra - Alegoria + Ceridween + Lúmen + Pandora" (em Exposição Coletiva “Ágora”), Museu de Santa Joana, Aveiro (Portugal);
2018 | "Música Invisível" (em Exposição Coletiva “Ágora”), Museu de Santa Joana, Aveiro (Portugal);
2017 | "chorai as arcadas|||" (em Exposição Coletiva “Territórios Informais”), Casa da Cultura de Cantanhede, Cantanhede (Portugal);
2017 | "S(i)NTO-ME e espero" (em Exposição Coletiva "Grande Exposição-Bazar de Patafísica"), Antigo Edifício Comercial na Praça do Comércio de Coimbra, Coimbra (Portugal);
2016 | Registo Imagético de Ballet do Hóquei Clube da Mealhada (em Exposição Coletiva “12 meses em pontas”, Cine-Teatro Messias, Mealhada (Portugal),;
2016 | “Olhar para trás | Seguir em Frente” (em Exposição Coletiva do TedX Coimbra 2016, Galeria de Santa Clara, Coimbra (Portugal);
2016 | “Disfemismo” (em Exposição Coletiva "FotografARTE 2016"), Claustros da Câmara Municipal de Cantanhede, Cantanhede (Portugal);
2015 | “Mind The Gap” (em Exposição Coletiva da Escola Informal de Fotografia de 2015), Casa da Esquina, Coimbra (Portugal);

Speeches & Conferences & Others

Queirós, L. (2022), Apresentação dos Prémios da Selecção de Arte Digital do JOVEM CRIADOR 2022 (20º Concurso Aveiro Jovem Criador 2022)  enquanto Jurada desta Selecção, Centro de Congressos de Aveiro, Aveiro, 05 de Março de 2022.
Queirós, L., Bastos, P.B. (2019). Comunicação apresentada com o título: “Mulher Instrumento: A Enxara árida da Mulher, corpo e mente, na arte.”. In Atas do Congresso “18o Encontro Internacional de Arte e Tecnologia: #18.ART: DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: da arte, emoção e tecnologia”, 16 a 18 de Outubro (Lisboa – Portugal), 2019, (pp. 109-122) ISSN: 2238-0272.
Queirós, L., (2019). Art Work apresentada com o título: “Terra Sem Sombra: Ceridween.”. In Atas do Congresso “18o Encontro Internacional de Arte e Tecnologia: #18.ART: DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: da arte, emoção e tecnologia”, 16 a 18 de Outubro (Lisboa – Portugal), 2019, a aguardar publicação.
Queirós, L., Bastos, P.B. (2018). Comunicação apresentada com o título: “Na ombreira da porta: Intersecções para a construção poética de música visual”. In Atas do AVANCA|CINEMA 8a Conferência Internacional Cinema - Arte, Tecnologia, Comunicação, Avanca, 24-28 de Julho, (pp. 152-158) ISSN: 2184-0520
Queirós, L. (2015), Comunicação apresentada com o título “Desfiar Desafios” no TedX Coimbra – “Porque mudar é preciso!”, Coimbra, 24 de Outubro de 2015.
Queirós, L. (2015), Art Work apresentada com o título “Olhar para trás, seguir em frente” no TedX Coimbra – “Olhar para trás e seguir em frente!”, Coimbra, 29 de Outubro de 2016.

Publications
2022 - Catálogo da Exposição  Concurso Aveiro Jovem Criador 2022 (05 de Março a 17 de Abril de 2022), Câmara Municipal de Aveiro, (Aveiro - Portugal), 2022, ISBN: 978-989-8064-65-3
2022 - Catálogo da Exposição Coletiva "Motel nº 5" (12 de Novembro de 2021 a 14 de Janeiro de 2022), Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal, 2022, ISBN: 978-989-54713-5-5
2019 -  Portuguese Emerging Art 2019 (PEA2019), edition © EMERGE, 2019. ISBN: 978-989-20-9994-1, Legal Deposit Number: 463266/19
Queirós, L., Bastos, P.B. (2019). Comunicação apresentada com o título: “Mulher Instrumento: A Enxara árida da Mulher, corpo e mente, na arte.”. In Atas do Congresso “18o Encontro Internacional de Arte e Tecnologia: #18.ART: DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: da arte, emoção e tecnologia”, 16 a 18 de Outubro (Lisboa – Portugal), 2019, (pp. 109-122) ISSN: 2238-0272
Queirós, L., (2019). Art Work apresentada com o título: “Terra Sem Sombra: Ceridween.”. In Atas do Congresso “18o Encontro Internacional de Arte e Tecnologia: #18.ART: DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: da arte, emoção e tecnologia”, 16 a 18 de Outubro (Lisboa – Portugal), 2019, ISSN: 2238-0272
Queirós, L., Bastos, P.B. (2018). Comunicação apresentada com o título: “Na ombreira da porta: Intersecções para a construção poética de música visual”. In Atas do AVANCA|CINEMA 8a Conferência Internacional Cinema - Arte, Tecnologia, Comunicação, Avanca, 24-28 de Julho, (pp. 152-158) ISSN: 2184-0520

Artistic Residences
14 a 25 Setembro de 2020 | Participação na Residência, “Transmetatlanticus – Residência Artística Internacional Oca”, uma residência artística online, desenvolvida para artísticas convidados Portugueses (5) e Brasileiros (5), uma organização conjunta entre a UnB|DEX – Casa da Cultura da América Latina, Emerge – Associação Cultural para a Promoção de Arte Contemporânea e OCA – Residência Artística UNB.
25-28 Abril, 2019 | Participação na Residência, “A SERRA e a arte do encontro”, na Binaural/Nodar (Centro de Residências Artísticas de Nodar) - desenvolvido para os alunos do Mestrado em Criação Artística Contemporânea, da Universidade de Aveiro – Candal, Póvoa das Leiras, Coelheira.
19-22 Abril, 2018 | Participação na Residência, “Nova Arte Rural”, na Binaural/Nodar (Centro de Residências Artísticas de Nodar) - desenvolvido para os alunos do Mestrado em Criação Artística Contemporânea, da Universidade de Aveiro - Freguesia de São Félix, Município São Pedro do Sul.